18 de abril de 2010

Começo do fim?

Tenho um amigo com quem adoro conversar. Digo sempre que vou até ele para que ele me  empreste um pouco de sua "luz" através de palavras de otimismo e conforto ou mesmo de uma grande besteira que termina em gargalhadas estrondosas. Em uma destas conversas, há uns dias atrás, ele me confessou sobre seu pressentimento quanto à proximidade de uma grande catástrofe na terra. A principio me assustei com suas palavras, claro, e saí de perto achando que meu amigo estava, digamos assim, fora da casinha... No outro dia, continuando a conversa, ele  me disse que está observando as notícias climáticas deste ano e estará atento ao ano que vem. E que era pra eu fazer o mesmo.
É o que tenho feito. E realmente são impressionantes os "sinais" que o planeta está nos enviando. Cada vez mais freqüentes e "aborrecidos". Por que insistimos em destruir quem nos alimenta, quem nos mantem vivos? Enchentes, terremotos, vulcões em atividade depois de 200 anos em sono profundo e meteoros desintegrando-se na atmosfera da terra! Fora as barbaridades que nossa espécie é capaz de fazer contra o próximo...
A Renata também vem fazendo observações interessantes em seu blog: aquiaqui.
O que me pergunto é: sendo a vida um ciclo finito, porque o planeta, vivo e pulsante como é, também não teria o seu fim? 

"É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã. Porque se você parar pra pensar, na verdade não há" ( Renato Russo ).
(sobre o meteoro, aqui)

6 comentários:

evipensieri disse...

Pois e' Ivana. Se formos tomar por base tudo o que ja' aconteceu esse ano, acho que seu amigo tem razao.

Bjs.
Elvira

Beth/Lilás disse...

Ivana, minha querida!
Que bom ver vc de volta e ainda por cima trazendo um tema tão importante e que vem preocupando a todos nós, afinal o que estamos assistindo dia a dia é muito preocupante.
À propósito ontem deixei um post com um link muito importante para as pessoas que queiram fazer suas reciclagens de pets. Acho que o governante que pensar numa saída verde e ecologicamente viável para a humanidade, poderá ser considerado o melhor dos nossos tempos.
Ainda esta semana, li que o filho de Jacques Costeau quando participou de uma expedição de limpeza naAntárdica, retirou das montanhas de lixo que ali vão dar, sandálias plásticas e ficou surpreso ao constatar como o lixo anda milhares e milhares de quilômetros, já que num lugar tão gélido como aquele ninguém usa tais sandalinhas.
A saída é levar a sério a reciclagem, principamente nos países não tão evoluídos como o nosso.
As chuvas que castigaram o estado do Rio atualmente, tornaram-se piores devido ao lixo que as criaturas jogam indevidamente na natureza. Concordas?
beijinhos cariocas

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Oi Ivana querida!!!
Olha eu diria que são os avisos que Deus tem nos enviado através do planeta... só não vê quem não quer e eu concordo com seu amigo que devamos estar atentos a tudo o que vem acontecendo.
Como vão as coisas por ai?
Vaguinho continua aqui aprontando das dele..tem dias que me deixa maluca pois não é igual Robert que eu falo com ele e me atende imediatamente...Vaguinho é muito bagunceiro e tem vontade própria o que as vezes me deixa estressada com ele...mas é super carinhoso e me acorda toda manhã com carinho no rosto e nos cabelos...rsrsrsrs
Bjs carinhosos
Márcia

Lúcia Soares disse...

Oi, Ivana. Que bom que você voltou a blogar e também a visitar-nos. Obrigada por suas palavras lindas sobre minha filha e neta.
Também concordo que este 2010 está particularmente catastrófico. Mais um terrermoto, mais de 1000 vidas perdidas de uma vez, na China, e gente ainda se recusando a fazer algumas pequenas coisas, que se feitas por muitos, vira "um montão de coisas" e deixando o mundo em sofrimento.
Seu amigo não está de todo errado. Vamos abrir os olhos.
Beijos!

Edelize disse...

É tão bom quando você aparece...

Quanto ao tema, eu não creio que sejam sinais. Isto é a natureza, todos estes movimentos acontecem na terra 24 horas por dia, o problema é que só nos damos conta quando eles acontecem em áreas populosas, causam danos, ou quando interrompem/interferem nas nossas atividades. Isto não quer dizer que não devamos deixar de nos preocupar com ela e deixar de fazer o certo para preservá-la. Mas, se para alguns isto for uma forma de sinal que venham a fazê-los a cuidar do que está ao nosso redor com respeito, então que sirva o seu propósito.

Beijocas e boa semana!

Yasmim pink disse...

É verdade muitas pessoas esquecem de se preocupar com o que realmente importa, utilizam as maravilhas que o meio ambiente oferece, mas não se preocupaM nem um pouquinho em preservá- lo, Bom acho que muitas pessoas precisavam ler isso e tentar se conscientizar, Parabéns pela matéria, Beijão :P